Diretor presidente do aquário

Marcelo Szpilman

Marcelo Szpilman, biólogo marinho pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pós-graduado em Meio Ambiente pela COPPE, também da UFRJ, é o Diretor-Presidente do Aquário Marinho do Rio – o AquaRio.

 

Autor de livros como Guia Aqualung de Peixes (1991) e de sua versão ampliada em inglês Aqualung Guide to Fishes (1992), Seres Marinhos Perigosos (1998), Peixes Marinhos do Brasil (2000) – desde 2001, é o padrão oficial para a classificação dos espécimes de água salgada no Brasil – e Tubarões no Brasil (2004).

 

Ele é também co-fundador e diretor-executivo do Instituto Ecológico Aqualung por 22 anos, indicado à personalidade 2015 na categoria Sociedade/Sustentabilidade do Prêmio Faz Diferença do O Globo, condutor da Tocha Olímpica Rio 2016 e da Tocha Paralímpica Rio 2016, eleito na categoria Ciência do Prêmio Cariocas do Ano 2016 da revista Veja Rio, Marcelo Szpilman foi também distinguido em 2017 com a Medalha Mérito Tamandaré, destinada a personalidades civis que tenham prestado relevantes serviços no fortalecimento das tradições da Marinha do Brasil.

Com mais de 30 anos de bagagem na área ambiental, Marcelo Szpilman é um dos nomes mais reconhecidos da biologia nacional, sendo referência quando o assunto é vida marinha. Por isso, é figura recorrente em palestras – já são quase 200! – e entrevistas sobre o tema – ele já passou por programas como do Jô, Programa Livre, Almanaque, Dois na Bola, Sem Censura, Zona de Impacto, e importantes jornais, como o Nacional, da Band, da Noite, RJTV, Bom Dia Rio e o Fantástico, no qual foi o apresentador da série “Os 10 tubarões mais perigosos” por dez domingos consecutivos!

 

Com todos esses anos dedicados à vida marinha ainda existia um grande sonho a ser realizado: um aquário na cidade do Rio de Janeiro. Foram alguns projetos-piloto durante 03 anos, como do Aterro do Flamengo, da Marina da Glória e até do Píer da Praça Mauá, espaço onde hoje temos o Museu do Amanhã; até que, em 2008, Marcelo Szpilman ganhou (chamada pública) da prefeitura a cessão por 50 anos do prédio Cibrazem, na Zona Portuária da cidade do Rio de Janeiro.

 

 

E, a partir daí, foram alguns anos para viabilizar um equipamento 100% privado. Em 2012 foi dada a largada para a construção do AquaRio como o conhecemos hoje, tendo como pilares a pesquisa, a educação e a conservação. Afinal, como afirma Szpilman, é preciso conhecer para conservar.

Com mais de 30 anos de bagagem na área ambiental, Marcelo Szpilman é um dos nomes mais reconhecidos da biologia nacional, sendo referência quando o assunto é vida marinha. Por isso, é figura recorrente em palestras – já são quase 200! – e entrevistas sobre o tema – ele já passou por programas como do Jô, Programa Livre, Almanaque, Dois na Bola, Sem Censura, Zona de Impacto, e importantes jornais, como o Nacional, da Band, da Noite, RJTV, Bom Dia Rio e o Fantástico, no qual foi o apresentador da série “Os 10 tubarões mais perigosos” por dez domingos consecutivos!

 

Com todos esses anos dedicados à vida marinha ainda existia um grande sonho a ser realizado: um aquário na cidade do Rio de Janeiro. Foram alguns projetos-piloto durante 03 anos, como do Aterro do Flamengo, da Marina da Glória e até do Píer da Praça Mauá, espaço onde hoje temos o Museu do Amanhã; até que, em 2008, Marcelo Szpilman ganhou (chamada pública) da prefeitura a cessão por 50 anos do prédio Cibrazem, na Zona Portuária da cidade do Rio de Janeiro.

 

 

E, a partir daí, foram alguns anos para viabilizar um equipamento 100% privado. Em 2012 foi dada a largada para a construção do AquaRio como o conhecemos hoje, tendo como pilares a pesquisa, a educação e a conservação. Afinal, como afirma Szpilman, é preciso conhecer para conservar.

Patrocinadores

patrocinador-santander

Apoio

apoio-prefeitura-rio

Parcerias

parceiro-radix
parceiro-prophylaxis